domingo, 16 de maio de 2010

Muita atenção com a pele negra

O Brasil é a segunda terra dos Africanos, suas divindades e tradições, e com eles vieram a mistura das raças e sua necessidades que nem sempre são atendidas corretamente pelas empresas cosmetológicas.

Com a febre da cultura sul-africana durante a Copa do Mundo 2010, vale lembrar que além dos quitutes influenciados por este povo, não devemos esquecer-nos das exigências dos tratamentos para a pele negra. Quebrando o conceito de que esta derme exige menos proteção e é mais forte por permanecer imune a diversos fatores.

Na realidade tanto a pele clara quanto a pele negra sofre com o aparecimento de rugas de expressão, manchas e com passar do tempo também perde o viço, envelhecimento também aparece na pele negra. Por outro lado, a derme da pele negra possui melanina mais funcionante, o que naturalmente a deixa mais protegida, também é rica em fibroblastos ativos - células que produzem colágeno - que a deixa mais distante da flacidez. Porem isso não quer dizer que não precise atenção na proteção e nos tratamentos anti-idade.

Segundo a cirurgiã plástica Edith Kawano Horibe, o cuidado é para todos, não podemos esquecer que a ação do tempo pode acentuar marcas indesejáveis no rosto, que trará transtornos para qualquer pele.



Um comentário:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir