segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

Abandonar ou não o sincretismo?

Por Bàbá Erick Óbokún



Caros amigos da cultura afro-brasileira, eu tenho acompanhado o sofrimento de muitos, e, claro que ao mesmo tempo vivenciado de perto o problema da discriminação religiosa e social, através dos crimes cometidos por parte de religiosos em cima dos templos de amigos e iniciados... E tenho pensado muito sobre as questões e problemas que assolam a comunidade afro-religiosa, e imagino que para que sejamos reconhecidos precisamos mostrar quem somos, mostrar a nossa cultura e mostrar a nossa raça, sem fantasias e ou misturas do sincretismo, se por algum momento foi necessário o sincretismo para disfarçar esconder e proteger o que fazíamos, hoje em dia precisamos fazer o inverso, ou seja, mostrar quem realmente somos, mostrar o que fazemos e qual é a nossa raça.... Não precisamos ter vergonha, nem mesmo precisamos nos disfarçar para que sejamos respeitados.... Vamos adotar a nossa raça e ter orgulho da nossa ancestralidade..... 


Grato

Um comentário:

  1. muito interessante esse assunto,pois segundo a historia os negros se escondiam no sicrentismo para adorar seus orisa sem serem mortos pelos catolicos,isso nos foi passado de geração a geração,e acredito que para isso mudar precisa sim de muito estudo,boa vontande,acredito sim que devemos mostrar a que viemos,dar nossa cara,hj podemos fazer isso,sem desmerecer os antigos que nos antecederam e suas crenças,sua forma de adoração ao orisa,hj temos mais acesso a estudos,e se fala mais sobre nossa religiao,coisa que ao buscar na memoria não tinhamos conhecimento,
    acho q essa mudança de pensamento deve ser continua,mais ainda nos deparamos com pessoas que postam ftos de povo incorporados,ou fotos de axe de santo,eu ainda mantenho o pensamento (talvez antiquado) de que isso não valorisa em nada nossa cultura,viramos apenas motivo de deboxe aos outros,passamos por muitos problemas afro religiosa sim,mais muitas vezes por nossa propria culpa,se é para defender ou debater que sja com fatos comprovados,e baseados em estudos,mais tudo isso so ira modificar quando as pessoas tiverem a conciencia que religiao tbm se estuda,e pode se agregar novos saberes.

    ResponderExcluir