quinta-feira, 9 de junho de 2011

Chief Aikulola Fawehinmi e o Òkúta no Ilé-Orí

Por Erick Wolff8
São Paulo 09/06/2011


Outro dia chegou até as minhas mãos uma conversa entre o escritor Luiz L. Marins e o Chief Aikulola Fawehinmi, que por sinal de um conteúdo ímpar, por isso fiz questão de registrar este conteúdo para que todos tenham acesso.

Chief Aikulola Fawehinmi possui conhecimento básico da língua portuguesa e espanhol, por isso tenho certeza que será mais adequado publicar o e-mail.
  • Luiz L. Marins - 20-02-2011
    No puedo escribir en español, así que me perdone porque yo estoy usando un traductor digital.
    Mi nombre es Luiz L. Marins y empecé en el rito de Orisanla Batuque, una especie de estado de la religión afro-brasileño de Rio Grande do Sul, Brasil. Candomblé no es, por cierto, es muy diferente.
    En primer lugar, gracias por su artículo sobre las diferencias de religión tradicional Yoruba, y les pido su paciencia y su amabilidad de responder a dos preguntas que son sin duda muy grande en Brasil.
    1) En la tierra de Yoruba, todos deben haber comenzado en adoxu orisha o iniciaciones no están utilizando adoxu orisha?
    2) Ile Ori en Yoruba, ha piedra?
    Estoy muy agradecido si usted puede contestar,
    Muy àse y la salud.
    Luiz L. Marins
    http://luizmarins.wordpress.com/afro

O escritor Luiz L. Marins, pertence a Nação Batuque e foi iniciado para Òòsàálá segundo a tradição Afrosul. E desejando abrir um contato com o
Chief Aikulola Fawehinmi, enviou este e-mail com alguns pontos que estamos estudando na Revista Olórun.

  • Gbawoniyi Awo of Osogboland - 20-02-2011
    hola luiz.  no hay problema.  tal vez puedes escribir en portugues por que tambien entiendo un poco o bastante, dependiendo del nivel del profundidad del portugues.
    la primera pregunta que hiciste no la entendi muy bien.  y por eso no la contesto.  pero si lo escribes en portugues la podre entender.
    para la segunda pregunta....no, ile ori en tierra yoruba no lleva piedra.  es mas, los fundamentos de cada orisa aveces son totalmente diferentes para nosotros.  hay muchas deidades para nosotros que no tienen piedras como parte de su fundamento.  puedo mencionar algunos que no llevan piedra para nosotros de la tradicion orisa de africa occidental:  egungun, orisanla, orisa aje, ori, yemoo, mole, elegbaa hecho de barro, ifa, osoosi, aganju, olokun, osanyin, etc.

Muito interessante ver que segundo a tradição Yorùbá, as divinidades citadas são diferentes da cultuadas na maioria das casas aquí no Brasil.



  • Luiz - Àse Awo, - 20-02-2011
    Muito obrigado por responder.
    No ritual do batuque não se costuma fazer adoxu, nem raspar os cabelos.
    No batuque, o Ile-Ori também não leva ota, mas algumas nações do candomblé estão fazendo ile-ori com ota, a maioria afirma que é tradição iorubá.
    Se desejar conhecer um pouco do batuque (que não é candomblé), por favor, veja aqui:
    http://www.xapana.com.br
    http://www.oxum.com.br
    As suas informações são importantes, e se pudesse escrever algo sobre estas questões, poderíamos publicar em nossa revista virtual, aqui > http://www.olorun.com.br  ... respeitando os seus direitos autorais.
    Ilera !
    No aguardo,

Segue a reposta do Chief Aikulola Fawehinmi;
  • ola.  estou interessado em conhecer mais sobre o batuque só pra ter um melhor entendiment
    Mas na tradicao orisa de africa ocidental e preciso fazer a iniciacao de idosu para se consagrar em orisanla.  somente alguns sacerdotes de alto rango nao tem que fazer porque pertenecem a certas casas onde tem o ase do orisa no seu corpo por heranca.  para estas pessoas se faz uma cerimonia de instalacao de xefe com titulo para faze-los o sacerdotes principais.  mas para o resto do mundo, precisam idosu.
Na conversa eles falavam sobre iniciação, contando com o fator de que algumas  nações não chegam a  raspar e não dão Adósù, segundo o Chief Aikulola Fawehinmi, todo Elégún necessita levar Adósù para que seja consagrado. Porem ele mesmo afirma que alguns sacerdotes não precisam serem Adósù, claro aqueles que não passam pelo transe, e vai além, para aqueles que tenha uma ligação direta com a divindade também não precisa, ou seja, a regra é para os Ocidentais que por sua vez eles consideram sem ligação alguma com o Òrìsà, sendo que a mesma não se estende a todos africanos.

  • e certo que ile ori nao tem pedra.

Ao perguntar sobre o Ilé-Orí na Tradição Yorùbá,  se deveria ou não conter Òkúta, ele foi muito claro, que não tem e que não faz parte do mesmo.

  • mas nao por isso vai pensar que o "iba ori" do brasil e igual ao ile ori de nos de orisa da nigeria.  sao bastante diferentes tambem.  se e pedra que poem dentro do "iba ori" no brasil, isso nao que cuestao de nos.  e uma das praticas do brasil que nao pertenece a nos, mas se respeita.

Claro que ele foi gentil ao afirmar que o
Òkúta é um costume brasileiro e que em momento algum tem ligação com a Tradição Yorùbá, desvinculando assim o ritual deles com o nosso, tipo – Se querem por, põe, mas não diga que isso tem origem com a África, que não tem...-   É importante que os que estão sendo iniciados saibam que o que está sendo feito, pode ser feito, porem não faz parte da tradição Yorùbá.

Achar alguma coisa qualquer um pode, inventar fundamentos e ou reinventar tradições qualquer um pode, porem responder pela cultura e a tradição Yorùbá, poucos podem, o  Chief Aikulola Fawehinmi, é um deles que possui autoridade e voz para fazer, por isso achei interessante e necessário postar este material para que todas tenham conhecimento da riqueza que chegou à minhas mãos.

Erick Wolff8 - Bàbálòrìsà de Òsàálá, dirigente da Ilé-ọba Óbokún Àṣẹ Nàgó'Kọbi, fundada em 05 de junho de 1990.
Chief Aikulola Fawehinmi, Gbawoniyi Awo of Osogbo
Yoruba priest of West African Orisa Tradition
Ijo Asaforitifa Community of Orisa, Ile Oloosa Mokanla
www.gbawoniyi.com

 
Miami cell 1-786-709-3343
New York cell 1-347-419-0427
Mexico cell 011-52-33-1460-1471
Nigeria cell (MULTILINK) 011-234-70-9029-4292
   (GLO) 011-234-70-5802-3833
Venezuela cell 011-58-412-568-4632
Spain cell 011-34-673-987-727
International Association for Orisa Tradition and Culture (Orisa World Congress)...member and supporter!
site:
http://www.gbawoniyi.com/
 
youtube:
http://www.youtube.com/user/iwindara#p/a/f/1/xUkxShFwZIk

2 comentários:

  1. Axé Erick.

    Apenas complementando, gostaria de salientar, que o candomblé tradicional não pratica o ato de assentamento de igba-ori, portanto não usa ota.

    Este ato de assentamento de igba-ori com ota, parece estar mais relacionado ao candomblé reafricanizado, que apesar de não ter um padrão, teria genericamente reestruturado o rito do bori com ota e outros elementos, como búzios, etc.

    O batuque do R.S. conservou o assentamento do Orí SEM OTA, apenas com búzios e outros elementos, estando seu rito mais próximo da raiz africana.

    Como vimos pela declaração de Aikulola, igba-ori em Africa não possui nenhum tipo de pedra (okuta) em seus assentamentos.

    ResponderExcluir
  2. Nas casas de Ketu que eu conheço não se monta Igbá Ori e como foi dito nas casas tradicionais também não se tem este costume. Se o mesmo esta ocorrendo é por adaptações no minimo estranhas que alguns aventureiros querem implantar no Candomblé.

    ResponderExcluir